EXPERIÊNCIA DO CONSUMIDOR É PARA AQUELES QUE DESEJAM SER COMPETITIVOS


  • Por Murilo Durigan | 24.08.2016 | tags varejo & e-commerce, notícias e opinião, apparel & fashion, para ler com calma, marketing & publicidade, customer experience

Até pouco tempo, a experiência do consumidor se baseava muito mais sobre a empresa e seus produtos do que propriamente sobre os clientes. Atualmente as coisas começaram a mudar drasticamente, principalmente com o advento da internet e aplicativos móveis e sociais.


A experiência do consumidor agora é verdadeiramente focada sobre o cliente levando em consideração uma série de momentos, interações discretas que são, ao mesmo tempo, pessoais e subjetivas.​


Neste sentido, qualquer ponto de contato entre empresa e cliente começou a ser encarado (e trabalhado) como uma oportunidade de criação de uma interação positiva, uma experiência única, e essa abordagem já revela alguns dados assustadores:

  • 60% dos consumidores pararam de fazer negócios com uma marca devido a uma única experiência ruim de atendimento. Entre os consumidores da geração Millenium, este número subiu para 68%;

  • Atrair novos clientes custa 6 vezes mais do que manter um cliente antigo;

  • 89% dos consumidores compram do concorrente quando tem uma experiência de compra negativa;

  • Apenas 4% dos clientes insatisfeitos reclamam. 96% simplesmente vão embora;

  • 50% dos clientes dão uma semana para a empresa se pronunciar antes de deixar de fazer negócios com ela;

  • Apenas 37% consideram suas experiências com as marcas “excelentes” ou “boas”;

  • Apenas 1% dos consumidores estão 100% satisfeitos;

  • Empresas americanas deixam de ganhar cerca de $83 bilhões em vendas todos os anos devido a má experiência dos consumidores;

  • 5% a mais em retenção de clientes resulta em até 125% a mais de lucro;

  • Uma empresa tem de 60-70% de chances de vender para um cliente atual e de 5-20%, para novos clientes;

  • 2% a mais em retenção de clientes corresponde a reduzir custos em 10%. Mesmo assim, a maioria das empresas tem programas de redução, mas não de retenção;

  • Lealdade do cliente rende 10 vezes mais do que uma única compra;

  • É necessário, no mínimo, 12 interações positivas com a empresa para anular uma experiência negativa;

  • 70% dos clientes voltarão a fazer negócios com a empresa, se ela resolver suas reclamações;

  • 73% amam uma marca devido a um SAC amigável;

  • 68% dos consumidores deixam empresas que não se importa com eles;

  • 70% dos consumidores confiam na opinião de desconhecidos publicadas online.


Seguindo essas informações, fica evidente a possibilidade de garantir uma correlação definitiva entre experiências dos consumidores e o crescimento de receitas das empresas.


E ai? Você deseja se manter competitivo (e vivo) no mercado?



Se gostou desse artigo, me ajude a transmiti-lo para outras pessoas. Curta, Comente, Compartilhe entre seus contatos, indique para seus amigos e peça para eles curtirem e me seguirem. Toda semana busco trazer um assunto bacana, um texto novo relacionado à experiência do consumidor, inovação, mercado de luxo, content marketing e assuntos relacionados.


Leia meus outros textos no Linkedin – CLIQUE AQUI

#Competitividade #ExperiênciadoConsumidor #Marketing

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 por MURILO DURIGAN

  • Facebook Black Round
  • Instagram Black Round
  • LinkedIn - Black Circle
  • Twitter Black Round